Nossa Senhora das Graças: Oração, História e Medalha Milagrosa

Nossa Senhora das Graças

Veja também:

Oração a Nossa Senhora das Graças

Ó Imaculada Virgem Mãe de Deus e nossa Mãe,
Ao contemplar-vos de braços abertos
Derramando graças sobre os que vo-las pedem,
Cheios de confiança na vossa poderosa intercessão,
Inúmeras vezes manifestada pela Medalha Milagrosa,
Embora reconhecendo a nossa indignidade
Por causa de nossas inúmeros culpas,
Acercamo-nos de vossos pés para vos expor,
Durante esta oração,
As nossas mais prementes necessidades

(momento de silêncio e de pedir a graça desejada).

Concedei, pois, ó Virgem da Medalha Milagrosa,
Este favor que confiantes vos solicitamos,
Para maior Glória de Deus,
Engrandecimento do vosso nome,
E o bem de nossas almas.
E para melhor servirmos ao vosso Divino Filho,
Inspirai-nos profundo ódio ao pecado e dai-nos coragem de nos afirmar sempre como verdadeiros cristãos. Amém.

Rezar três Ave-Marias.

Qual é a história de Nossa Senhora das Graças?

A história de Nossa Senhora das Graças acontece por volta do ano de 1830, não somente na França, mas em toda a Europa, aonde acontecia uma violenta epidemia de cólera que dizimava a população. Muitas pessoas morriam daquela peste.

E na congregação das Filhas da Caridade, que era o ramo feminino da Congregação da Missão, fundada por São Vicente de Paulo, havia uma irmã chamada de Catarina Labouré, e lá acontecia um fato muito bonito.

No meio da noite, Catarina é acordada por uma misteriosa criança. A princípio Catarina não se assustou pois elas mantinham um orfanato, então tinham várias crianças sobre os cuidados dela. Ao pé da sua cama, a criança a convida para levantar dizendo: “Catarina, a Santíssima Virgem a espera na capela.” Catarina se levanta e acompanha a criança que deixa raios de luz por onde passa, para depois entender que não era uma criança e sim um anjo.

Chegando à capela o anjo diz a Catarina: “Eis a Santíssima Virgem”, não querendo acreditar, o pequeno anjo lhe diz pela segunda vez, com uma voz mais forte: “Eis a Santíssima Virgem”. E então Catarina coloca-se ali ajoelhada aos pés de Nossa Senhora, compreendendo que aquele fato que acontecia com ela era uma graça.

Durante esse encontro de Catarina com Nossa Senhora, Nossa Senhora pede que os homens vivam a devoção ao Imaculado Coração de Maria e ao Sagrado Coração de Jesus. E um fato bem interessante é que todas as aparições que tivemos até hoje nenhuma delas fala de um ato milagroso, sempre Nossa Senhora nos pede para rezar. É isso que Nossa Senhora quer que façamos!

Em Fátima, Nossa Senhora nos pediu para rezar o terço. Em Lourdes, Nossa Senhora nos pediu para rezar o terço, e para Catarina, Nossa Senhora pede novamente a oração.

E ainda naquele diálogo ela explica a Catarina que deveria motivar a devoção para que os homens amassem a Jesus, que O tivessem como seu Senhor, seu Salvador e seu redentor.

Nossa Senhora pede a Catarina que essa devoção seja divulgada pelo mundo inteiro e ela diz a Catarina como deveria ser feita a medalha dessa devoção.

A Medalha Milagrosa

A Medalha Milagrosa de Nossa Senhora das Graças
A Medalha Milagrosa de Nossa Senhora das Graças

Nossa Senhora mostra de um lado ela própria com as mãos abertas e do outro lado da medalha o Sagrado Coração de Jesus e o Imaculado Coração de Maria depositados sob o altar, onde acontece o sacrífico de cada dia.

A letra “M” de Maria entrelaçada a cruz de Cristo, mostra a relação indissolúvel que liga Cristo à sua Santíssima Mãe. E ao redor, doze estrelas correspondendo aos doze apóstolos de Cristo e representando a Igreja.

Na frente da medalha nós temos a imagem de Nossa Senhora, como estava quando Catarina a encontrou na capela, de pé e com as suas mãos abertas, saiam de suas mãos uns raios e desses raios alguns pontos que brilhavam e outros pontos que eram apagados e não brilhavam.

Então Catarina naquele diálogo perguntou a Nossa Senhora porque alguns raios brilhavam e outros não, eram opacos, e Nossa Senhora responde que os raios que brilham são todas as graças que ela pode interceder a seu filho Jesus para que Ele alcance em favor dos homens e todos os que estão apagados são todas as graças que ela poderia alcançar junto a seu filho Jesus mas que por falta de fé os homens não pedem, não solicitam.

Qual foi o milagre de Nossa Senhora das Graças?

Voltando em Paris, quando Nossa Senhora mandou cunhar a medalha, e aquela medalha começou a ser distribuída em Paris, a todo homem e toda mulher que assim desejasse, miraculosamente, pelas mãos de Deus, Nosso Senhor, a peste cessou em Paris, e de Paris foi cessando para toda França e a medida que a devoção crescia toda a Europa ficou livre daquela peste.

Devido a este fato a Medalha de Nossa Senhora passou a seu conhecida como Medalha Milagrosa.

Qual é o dia de Nossa Senhora das Graças?

O dia de Nossa Senhora das Graças é celebrado no dia 27 de novembro, dia em que Catarina viu Nossa Senhora na capela sobre um grande globo e que recebeu as instruções dadas por Nossa Senhora para cunhar a Medalha Milagrosa.

Em qual cidade Nossa Senhora das Graças apareceu?

Nossa Senhora das Graças apareceu na cidade de Paris, capital da França, para Catarina Labouré, onde hoje se encontra a capela de Nossa Senhora da Medalha Milagrosa, na Rua du Bac, 140.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *